DSC00486_sem-matricula.jpg

PLANO DE TRABALHOS

2015-2018

 

PILAR # 1
MONITORIZAÇÃO, MINIMIZAÇÃO E COMPENSAÇÃO

TAREFA 1.1 - ASSESSORIA CIENTÍFICA E COLABORAÇÃO COM A REN

Apoio científico à REN, no âmbito de programas de avaliação, minimização, monitorização e compensação de impactes das infraestruturas da REN.

TAREFA 1.2 - ORGANIZAÇÃO DA INFORMAÇÃO BIOLÓGICA RECOLHIDA NO ÂMBITO DE ESTUDOS PROMOVIDOS PELA REN

Compilação, organização e análise de trabalhos anteriores promovidos pela empresa, incluindo os estudos da Cátedra.

TAREFA 1.3 - MODELAÇÃO DE MORTALIDADE DE AVES DEVIDO A COLISÃO

Quantificação dos níveis de mortalidade e compreensão de quais os fatores que contribuem para a ocorrência de “hotspots” de mortalidade.

TAREFA 1.4 - MELHORIA DAS ESTIMATIVAS DE MORTALIDADE POR COLISÃO

Estudo sobre os diferentes fatores de correção geralmente utilizados para o cálculo de métricas como a detetabilidade e a taxa de remoção. Para esse efeito foi efetuado um estudo sobre as taxas de remoção de cadáveres na faixa das linhas.

TAREFA 1.5 - AVALIAÇÃO DA EFICÁCIA DE DISPOSITIVOS ANTI COLISÃO

(i) Inventariação e análise estatística da informação recolhida em estudos financiados pela REN e outras instituições; (ii) Potencial candidatura a financiamento adicional, para monitorizar uma linha onde venham a ser instalados, ou substituídos, dispositivos anti colisão, tendo como espécie-modelo o sisão (Tetrax tetrax).

TAREFA 1.6 - PADRÕES DE UTILIZAÇÃO DOS APOIOS DAS LINHAS POR CEGONHAS

Compreensão dos fatores que explicam a presença e abundância de ninhos de cegonhas em diferentes apoios de linhas de REN. Esta informação permitiu prever quais os apoios que poderão ser potencialmente mais utilizados por cegonhas, em função da tipologia dos apoios e de variáveis ambientais e de uso do solo.

TAREFA 1.7 - MANUAL DE BOAS PRÁTICAS

Pretendeu-se elaborar um manual de Boas Práticas para a avaliação, minimização, compensação e monitorização de impactes das redes de transporte de energia.

 

PILAR # 2
ECOLOGIA POPULACIONAL

TAREFA 2.1 - MOVIMENTOS E PARÂMETROS DEMOGRÁFICOS

Tendo em vista a estimativa de parâmetros demográficos relevantes, foram executados:(i) censos populacionais - recolha de informação sobre o estado atual e tendências demográficas das populações das espécies‐alvo, complementada com contagens de populações invernantes e nidificantes;(ii) estudos de sobrevivência e causas de mortalidade - as espécies alvo foram utilizadas como modelo para estudar a ecologia de movimentos, a sua relação com linhas elétricas e caracterização das taxas de mortalidade natural e não‐natural.

TAREFA 2.2 - IMPACTE DA MORTALIDADE POR LINHAS ELÉTRICAS NA DINÂMICA POPULACIONAL

Esta tarefa pretendeu determinar as circunstâncias em que a mortalidade decorrente da colisão com linhas de alta tensão pode ter efeitos significativos na viabilidade populacional das espécies.

 

PILAR # 3
CIDADANIA NA CIÊNCIA

TAREFA 3.1 - PROJETO-PILOTO: PRODUTIVIDADE DE CEGONHAS A NIDIFICAR EM LINHAS DE ALTA TENSÃO

Desenvolvimento de uma iniciativa de “citizen science”, que teve como objetivo modelar os fatores que afetam a produtividade das cegonhas em Portugal. Os dados recolhidos no âmbito da tarefa constituíram um projeto-piloto de envolvimento em cidadania na ciência e foram também usados para a Tarefa 2.1

TAREFA 3.2 - REVISÃO DAS INICIATIVAS DE “CITIZEN SCIENCE” EM PORTUGAL E NA EUROPA

Avaliação das iniciativas de “citizen science” existentes no país e na Europa, de forma a de preparar uma iniciativa de maior dimensão no segundo biénio da Cátedra.

 

PILAR # 4
LINHAS COMPLEMENTARES DE ATIVIDADE

TAREFA 4.1 - RESTAURO DE ECOSSISTEMAS

A Tarefa incluiu 4 linhas de investigação: (i) Restauro de áreas ardidas; (ii) Sobrevivência e crescimento de espécies nativas plantadas e semeadas; (iii) Impacto e controlo de espécies exóticas invasoras; (iv) Participação no IPBES. As linhas (ii) e (iii) estavam dependentes da aprovação do projeto LIFE “Green Connect”.

TAREFA 4.2 - BIODIVERSIDADE EM ECOSSISTEMAS AGRÍCOLAS E FLORESTAIS

As linhas de investigação a promover no âmbito da Cátedra incluiram: (i) Respostas ecológicas de aves a alterações climáticas e de gestão; (ii) Impacto de políticas em zonas agrícolas com elevado valor natural; (iii) Dinâmica e ecologia das florestas de carvalhos.